procura

Google

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Robin Willians encontrado morto

Robin Willians em Patch Adams
 Nascido em 21 de julho de 1951 em Chicago, Robin Williams desfrutou de sucesso enorme em Hollywood, mas teve uma turbulenta vida pessoal, lutando contra problemas de saúde, alcoolismo e passando por dois divórcios.

  Robin Williams se internou no mês passado em uma clínica de reabilitação. Ele estava em um setor da Hazelden Addiction Treatment Center, em Minnesota, que possui um programa focado em manter a sobriedade por longo prazo --Williams lutava contra o vício de cocaína e álcool havia décadas. Em 2006, o ator ingressou voluntariamente em uma clínica de reabilitação para tratar o alcoolismo depois de uma recaída após 20 anos de sobriedade.

 No momento, autoridades do departamento forense suspeitam que Williams tenha cometido suicídio por asfixia. 
fonte: Uol

Nota pessoal: apreciei muito os papéis que ele interpretou, infelizmente a bíblia é clara quando diz: "Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?  Marcos 8:36"
Ele passou a carreira inteira fazendo outras pessoas sorrirem, mas o seu fim foi trágico, provavelmente, se suicidou. 
Apesar do dinheiro e da fama, estas não foram suficiente para garantir a felicidade, a saúde mental e espiritual. Triste fim para alguém que alegrou a tantos.
Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Marcos 8:36
Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Marcos 8:36
Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Marcos 8:36
Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Marcos 8:36
Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Marcos 8:36

2 comentários:

Joao Cruzue disse...

Oi Irmã Cintia. Assiste este filme
do Patch Adams - O amor é contagioso, ontem na Record.
Eu apreciei muito.
O interessante é que, no filme, ele enfrentou o precipício, viu uma pedra cair, mas resistiu.
Na vida real a coisa foi bem diferente.
Tem um outro filme dele, com uma turma de doidos, entre eles um tal de "AlÔ" que também é lindo.
Já A Sociedade dos Poetas Mortos, eu comecei a ver mas não gostei e desisti.
Achei lindo o Patch Adams.

A paz do Senhor. Bjos para as crianças e lembranças para o Marcelo.

Cintia Kaneshigue disse...

eu também gostei muito de Patch Adams, e na época em que era espírita gostei muito também de amor além da vida. Gostava dos filmes de comédia dele também, mas a ficção não imita mesmo a realidade, e o sorriso dele acabava ao sair da frente das câmeras, triste né,s. João!



Todos os artigos podem ser copiados, desde que citada a fonte.