procura

Google

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Sapatos!


Um dia um homem já de certa idade abordou um ônibus. Enquanto subia, um de seus sapatos escorregou para o lado de fora. A porta se fechou e o ônibus saiu; então ficou impossível recuperá-lo.

O homem tranqüilamente retirou seu outro sapato e jogou-o pela janela.

Um rapaz no ônibus, vendo o que aconteceu e não podendo ajudar ao homem, perguntou:

- Notei o que o senhor fez. Por que jogou fora seu outro sapato?

O homem prontamente respondeu:

- De forma que quem o encontrar seja capaz de usá-los. Provavelmente apenas alguém necessitado dará importância a um sapato usado encontrado na rua. E de nada lhe adiantará apenas um pé de sapato.

O homem mostrou ao jovem que não vale a pena agarrar-se a algo simplesmente para possui-lo e nem porque você não deseja que outro o tenha.

Perdemos coisas o tempo todo. A perda pode nos parecer penosa e injusta inicialmente, mas a perda só acontece de modo que mudanças, na maioria das vezes positivas, possam ocorrer em nossa vida.

Acumular posses não nos faz melhores e nem faz o mundo melhor. Todos temos que decidir constantemente se algumas coisas devem manter seu curso em nossa vida ou se estariam melhor com outros.

Autor desconhecido

2 comentários:

Eliseu Antonio Gomes disse...

Cintia.

No sábado passado, 3 de setembro, estive com a minha família no Parque Villa Lobos, um dos "pulmões verdes" da cinzenta metropole São Paulo.

Neste parque, existe um grande espaço de lazer para todas as modalidades imagináveis de passatempo familiar. Então eu levei o par de patins da minha criança menor. Ela brincou muito com a petizada da sua faixa-etária.

Ao anoitecer, chegando em casa notamos que os patins foram esquecidos, ficaram lá...

Essa é a lição que passamos a ela: o desapego às coisas materiais.

Pedimos a ela que orasse assim: agradeça a Deus pelo tempo que os usou, e que peça a Deus que alguma outra criança possa divertir-se muito com eles;

É claro que comprarei outro par de patins para ela!

Abraço.

Cintia Kaneshigue disse...

Eliseu, nós temos tantas e tantas oportunidades de ensinar os nossos filhos, e nem sempre fazemos uso dela, peço a Deus que me de essa sabedoria, um dia chego lá! em nome de Jesus



Todos os artigos podem ser copiados, desde que citada a fonte.