procura

Google

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Dorcas, a costureira ressuscitada

Anfiteatro em Jaffa / Tel Aviv - by Juno
 (Direito de uso de imagem livre para fins não comerciais -  Picasa web) 


O ministério de Pedro

Em Atos 9.36-43 encontramos a ministração sobrenatural ocorrida no ministério apostólico de Pedro.Trata-se de uma das sete ressurreições narradas na Bíblia Sagrada. Além dessa, encontramos em 1º Reis 17 (por Elias); 2º Reis 4 (por Eliseu); Marcos 5, Lucas 7, João 11 (por Jesus); e, Atos 20 (por Paulo).

Pedro cumpria sua missão de cuidar do rebanho do Senhor, obedecendo a missão que Jesus lhe tinha atribuído. Ao visitar os discípulos de Lida, uma pequena cidade que ficava, aproximadamente, à uns 40 quilômetros a noroeste de Jerusalem e 20 de Jope, dois homens o procuraram e pediram que o acompanhassem até a cidade deles, Jope.

Jope era metrópole portuária ao sul da terra de Israel, localidade a 60 km de Jerusalém.. Hoje em dia é conhecida como Jaffa, comunidade residencial de Tel Aviv. Alguns associam esse nome a Jafé, filho de Noé, atribuindo a ele a fundação da cidade após o dilúvio. Nos dias atuais, é um centro turístico, por ser região de poucos conflitos. Ali, árabes e judeus têm convivência pacífica há mais de um século. Foi exatamente em Jope que o profeta Jonas zarpou (Jonas 1.3).

Pedro foi com eles, ao contarem que uma discípula de Cristo havia falecido.

Quem faleceu?

A Bíblia fala pouco a respeito dela. Nos informa que ela servia a Deus com uma agulha na mão. Sua costura e amor fraternal eram conhecido por muitos. Anunciava a Cristo com suas boas obras, servia ao Senhor com amor e fidelidade, praticava benfeitorias com aquilo que melhor sabia fazer, ou seja, confeccionando generosamente vestes para os pobres.

Devia ser uma pessoa extraordinária, pois o texto de Atos 9.36-43 deixa claro que era uma pessoa muito querida em sua comunidade.

Ela havia adoecido de uma doença que a narrativa bíblica não informa qual é, sabemos que era grave porque ela entrou em óbito.

Era conhecida como Dorcas. Este nome é uma palavra grega, cujo equivalente em aramaico é Tabita. Nos dois idiomas o siginificado é gazela. Talvez essa mulher tivesse esse nome por causa dos olhos grandes, devido a virtude, graciosidade e beleza que geralmente apresenta o animal. Era costume no Oriente dar nomes de belos animais para mulheres.

Dorcas vivia intensamente em Jope. Entre as personagens femininas do Novo Testamento, é a única que recebe o termo "discípula" / "seguidora". Nos relatos da Igreja Primitiva, tal adjetivo é empregado apenas para ela, não é encontrado sendo usado em nenhuma outra passagem do Novo Testamento em referência a outra mulher.

A ressurreição

Quando Pedro chegou ao local do velório, o corpo da mulher já havia sido lavado em preparação para o sepultamento, ritual que seguia a tradição dos judeus. Jazia no andar superior da residência, local costumeiro de espera em caso de atraso do enterro, cujo prazo máximo poderia se estender até três dias, se fora de Jerusalém.

Podemos pensar que o povo esperava o milagre, pois procuraram o apóstolo e recomendaram expressamente que se apressasse para estar naquele velório.Ouviu choros e lamentações de viúvas, que lhe mostraram roupas costuradas por Dorcas.

Pedro lembrou-se da ressurreição da filha de Jairo, e assim como Jesus fez, ordenou que todos os presentes no recinto se retirassem. Mas, diferente do Senhor, ele ajoelhou-se para orar. Em seguida, ordenou:: "Tabita, levanta-te". E ela abriu os olhos e sentou-se. O apóstolo a ajudou levantar-se, e chamou suas amigas para vê-la viva. A emoção de tristeza se transformou em alegria, e deve ter sido imensa!

A lição a ser assimilada por nós

Dorcas é um bom exemplo. Sua vida e milagre, demonstram como devem ser feitas as boas obras que agradam a Deus, elas nascem de um coração convertido, anunciam o amor de Cristo e causam impacto nas pessoas.

Os graves acontecimentos na vida de cristãos servem de colheitas de bênçãos, se permanecemos na fé. No caso ocorrido com Dorcas, ressuscitada por Deus por meio de Pedro, aprendemos que o Senhor faz o impossível por intermédio dos irmãos que nos cercam. Observamos claramente que a Igreja não é um prédio, é o Corpo de Cristo. Em meio à dor, Deus provê amigos cristãos.

E.A.G.

Consultas: Bíblia de Estudo NVI (Editora Vida); Bíblia de Estudo Avivamento e Renovação Espiritual (SBB); Bíblia de Estudo da Mulher (Editora Atos); Bíblia de Estudo NTLH (SBB); Dicionário Bíblico Universal (Editora Vida); Bíblia de Estudo de Genebra (Editora Cultura Cristã / SBB).

2 comentários:

artesanato disse...

Parabéns pela estrutura e conteudo de seu blog, forte abraço. Renato artesanato em mdf.

Flademir Bernardo disse...

Que mensagem abençoada.
Sou Flademir, vou seguir o seu blog, também faço parte da UBE blogs...

Gostaria de tê-lo como meu seguidor.



Todos os artigos podem ser copiados, desde que citada a fonte.